Pesquisar

segunda-feira, 23 de fevereiro de 2015

Grumman F-14 Tomcat

O astro do filme Top Gun - Ases Indomáveis de 1986, não... não o Tom Cruise, mas o Tomcat, o veloz interceptador naval que serviu a USN por 32 anos hoje é operacional somente na Força Aérea Iraniana. 
*
Tido como um dos mais possantes e poderosos caças do mundo, o Tomcat foi produzido entre 1973 a 1991, deixou a USN em 2006 devido a sua limitada capacidade de manobra e também ao emprego de um avião multifuncional, o F/A-18 E/F Super Hornet. 
*
Mesmo tendo uma velocidade muito maior (mach 2.34) o Tomcat foi superado pelo lento F/A-18 E/F (mach 1.8) devido a cercda de 1.300 km a menos no alcance, à capacidade de manobra em combate e à multifuncionalidade, pois o F/A-18 E/F pode também ser usado para ataque naval, bombardeiro e guerra eletrônica.
*
O diferencial no F-14 Tomcat dos demais caças ocidentais é seu armamento principal, os quatro ou seis mísseis AIM-54 Phoenix, como o disparado pelo Phantom acima. O Phoenix é um míssil de alta velocidade, destinado a abater grandes aviões que porventura viessem a ameaçar a esquadra norte americana.
*
O Phoenix, acima, tem a capacidade de atingir alvos até 180 km de distância, número esse só alcançado pelo novo AIM-120D da USAF. Suas características gerais se assemelham ao míssil russo R-33 que equipa os MiG-31, porém o míssil russo é ligeiramente maior e possui também um alcance superior, abatendo alvos em até 228 km.
*
Ao todo 44 Tomcats fazem parte da IRIAF, onde executam como função principal a defesa do território iraniano, mas mesmo sem possuirem um radar multimodo, podem ser equipados com sistemas móveis de orientação de armas ar superfície, assim com se fazia na USN, nas épocas da Guerra Fria.
*
Segue abaixo o comparativo do desempenho do Tomcat com aviões similares em função:

6 comentários:

  1. Faltou falar um pouco das tecnologias modernas empregadas nele (na terceira geração em geral, ou f-111), a asa de geometria variável, falar pontos positivos e negativos nos caças e um provável uso stealth

    ResponderExcluir
  2. Ok ! Serei mais detalhado no próximo "review". Não sei de nada se referindo ao Tomcat como um avião stealth. Acho que está enganado.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Me desculpe por ter te confundido, me refiro não ao Tomcat, mas a asa com geometria variável, é uma dúvida que me surgiu, se seria possível ela em uma aeronave stealth

      Excluir
    2. Me desculpe por ter te confundido, me refiro não ao Tomcat, mas a asa com geometria variável, é uma dúvida que me surgiu, se seria possível ela em uma aeronave stealth

      Excluir
  3. Tem sites que falam que o Phoenix tem alcance de 200 km, 190 km 150 km, ja tem sites que afirmam que o r33 tem 120 km, 160, 220 km, a versão R33S é essa versão que vc falou do míssil usado no foxhound, mostra o site que vc colocou esses dados

    ResponderExcluir
  4. tem sim Erik, esses dados são muito variáveis, pois dependem de uma série de fatores. O R-37 por exemplo já abateu alvos simulados a 300 km de distância, e em 2004, um acidente lamentável ocorreu quando a Ucrânia disparou um S-200 Dubna sobre o Mar Negro... o míssil que deveria ter menos de 300 km de alcance abateu um Tupolev Tu-154 civil a 320 km de distância, matando todos os 66 passageiros e 12 tripulantes. Confiar em alcance de míssil é complicado demais.

    ResponderExcluir