Pesquisar

quinta-feira, 23 de outubro de 2014

Fragata Admiral Gorshkov

 A nova fragata furtiva russa Admiral Gorshkov, deixa o atracadouro do estaleiro Severnaya Verf para o início dos testes. A costrução do navio que levou 8 anos, ultrapassou um ano no período previsto, mostrando que o potencial de construção naval russo hoje é significativamente menor que nas eras soviéticas.
*
 A fragata Gorshkov é o primeiro navio de guerra projetado e construído na Rússia nova, seu projeto é totalmente diferente dos modelos de navios usados hoje pela Marinha Russa. Os antes gigantes de função específica, como os Fregat-M e os Sarych, focados em caça submarinos e combate de superfície, serão substituídos por uma classe de navios menores, porém mais avançados tecnologicamente e com um sistema de armas multi função, como usado da US NAVY.
*
 Outra grande conquista da Rússia é a implantação desse sistema de lançador vertical em um navio oceânico, presente hoje só em navios ocidentais que apoiam os EUA com sistemas anti míssil. Assim como o sistema AEGIS é utilizado para o lançamento de mísseis anti balísticos como o RIM-161 Standard, a Gorshkov é equipada com um sistema capaz de disparar o S-300FM, inferior em desempenho ao Standard americano, mas superior a qualquer outro míssil russo embarcado.
*
 Ao todo são esperadas de 15 a 20 fragatas dessa classe, com o intuito de substituir os 16 destróieres de projeto soviético em serviço na VMF atualmente. A quantidade é pouca se comparada a US NAVY que utiliza-se atualmente de 62 destróieres, mas é a realidade que hoje a Rússia pode custear.
*
Mais três navios dessa classe se encontram em contrução, previsto para ser lançado esse ano, abaixo vê-se o navio Admiral Kasatonov dentro do estaleiro Severnaya Verf, em São Petersburgo.
*
Links:

Um comentário:

  1. Hoje saiu na net que a russia pretende construir 12 destroiers nucleares,essas fragatas ai em cima são lindonas parabéns para a russia.

    ResponderExcluir