Pesquisar

segunda-feira, 12 de agosto de 2013

Os aviões mais rápidos do mundo

 DARPA HTV-2 Falcon
*
A algum tempo, correu pela mídia a notícia de que o avião mais rápido do mundo havia desaparecido em vôo. O suposto avião conhecido como Boeing X-51 Waverider, ou DARPA HTV-2 Falcon, é um veículo de teste não tripulado pouco maior que um míssil Tomahawk, que não possui capacidade de transporte de carga e muito menos de pessoas.
Boeing X-51 Waverider montado em um cabide de armas de um B-52
*
O UAV (Unmanned Aerial Vehicle), ou veículo aéreo não tripulado, projetado pela empresa DARPA (Defense Advanced Research Projects Agency), ou Agência de Projetos de Pesquisa Avançada de Defesa, tem como objetivo o teste de velocidades hipersônicas para uma futura arma norte americana que será provavelmente lançada de um bombardeiro estratégico B-2 Spirit.
Acima o X-51 sendo transportado para a instalação no B-52
*
Corrigindo as informações truncadas divulgadas pela mídia, o UAV X-51 (acima), de longe é um avião, mas de perto não passa de um míssil. Com 7,62 metros de comprimento e 1.814 kg, o X-51 fez seu primeiro vôo bem sucedido em 1° de maio desse ano (2013), onde atingiu uma velocidade de mach 5.1 durante 240 segundos (4 minutos). Após uma sequência de três perdas anteriores, a arma ainda tem muito a ser desenvolvida.
*
Assim como o X-51, os EUA já testaram uma série de veículos de grande velocidade, mas na prática, um avião de altíssimo desempenho, aparentemente só consegue decolar sendo auxiliado por um outro avião, como fez também a multinacional privada Virgin Galactic, com seu veículo de testes para turismo espacial, o SpaceShipOne.
Acima o SpaceShipOne sendo transportado na barriga do avião White Knight (Scaled Composites Model 318)
*
O SpaceShipOne é um veículo espacial privado de testes, que efetuou vôos sub orbitais com velocidades de até mach 3.09.
Assim como o X-51 Waverider, o SpaceShipOne (acima) não possuía a capacidade de decolagem, não podendo ser classificado tecnicamente como um avião. O veículo com capacidade apenas para o piloto, foi testado entre 2003 a 2004 e já está aposentado, dando lugar ao mais novo projeto da Virgin, o SpaceShipTwo, ou VSS Enterprise.
O VSS Enterprise (ou SpaceShipTwo) é maior, com capacidade para seis pessoas e já foi testado em vôo, porém de 2010 a julho desse ano (2013), o veículo não ultrapassou a marca de mach 1.22. Assim como seu antecessor, o VSS Enterprise não pode decolar sem o auxílio de um avião transportador, o White Knight Two.
Acima o Enterprise montado na linha central do avião de lançamento White Knight Two (Scaled Composites Model 348)
*
O Enterprise ainda não executou nenhum vôo sub orbital e também nenhum transportando passageiros, assim também não pode ser considerado um avião, além é claro de atingir uma velocidade máxima de mach 1.22, bem longe dos 3.7 planejados.
*
Relembrando o passado
De todos os foguetes tripulados lançados por aviões, o mais rápido foi o North American X-15, que voou de 1959 a 1970.
Acima o X-15 sendo lançado por um B-52
*
Assim como os outros citados anteriormente, o X-15 não foi tecnicamente um avião, mas sim um foguete tripulado lançado por avião. Ao todo três foram construídos para testes, um deles se desintegrou durante a reentrada na atmosfera em 1967 pulverizando assim sua fuselagem e piloto numa área de 130 km². Em seu vôo mais rápido, em 03/10/1967, o X-15 atingiu a marca de mach 6.72.
*
Lockheed SR-71 Blackbird
 Sem dúvidas o avião de reconhecimento estratégico (Strategic Reconnaissance) SR-71 Blackbird, da Lockheed foi o avião mais rápido já construído. O avião que permaneceu ativo na USAF de 1964 a 1998, quebrou o record de velocidade em 28 de julho de 1976, quando em um vôo a 3524 km/h de 8 minutos atingiu um pico de mach 3.3 (3.529.6 km/h).
*
 O Blackbird contudo foi também o recordista com o maior índice de perdas por acidentes, sendo que dos 32 construídos 12 caíram, dando a ele o merecido título de caixão voador. Em 1989, data de sua última missão operacional, provavelmente sobre o Iraque, a USAF contava com apenas 6 aviões SR-71, sendo 5 de reconhecimento e um treinador.
De 1990 a 1998, data de sua aposentadoria, o Blackbird não realizou mais nenhuma missão operacional, sendo que em 1999, os últimos fizeram seus últimos vôos a vários museus pelos EUA.
*
De todos aviões norte americanos que participaram da Guerra do Vietnam, o SR-71 foi o único que não pode ser abatido pelos sistemas de armas anti aéreas soviéticas usadas pelos norte vietnamitas.
*
Os aviões mais rápidos do mundo em 2013
Hoje vejo muita conversa mole pela net sobre os aviões mais rápidos do mundo, até já fiz uma postagem sobre o assunto, intitulada "O avião mais rápido do mundo", mas mesmo assim fica ainda a dúvida de qual seria o segundo mais rápido ? E o terceiro ?
Então aí vai para vcs o Top 10 dos aviões mais rápidos da atualidade:
1° Lugar - Mikoyan Mig-25
O interceptador soviético de 3° geração Mig-25 é o 1° da lista, com a velocidade máxima de mach 3.2, ou seja, 3.2 vezes a velocidade do som. Ao todo cerca de 100 a 120, dos 1186 produzido, ainda servem a 6 nações incluindo a Rússia, na versão de reconhecimento Mig-25R.
A Terra vista do cockpit de um Mig-25U
*
Além de ser o avião mais rápido da atualidade, o Mig-25 é detentor dos records de ascensão a 20 km, 25 km e 30 km, inclusive também é o recordista em altitude máxima, com a marca de 37.650 metros. Durante os anos de crise na Rússia, vários Mig-25U de treinamento foram alugados para turismo espacial.
*
2° Lugar - Mikoyan Mig-31
O Mig-31 é um interceptador desenvolvido a partir do Mig-25, assim também possui grande velocidade ocupando o 2° lugar. Além de atingir mach 2.83 em velocidade máxima, o Mig-31 é também o avião de combate mais pesado a entrar em serviço no mundo.
Dos 400 aviões construídos entre 1980 a 1994, cerca de 300 ainda estão em serviço na Rússia (270+) e no Cazaquistão (30).
*
3° Lugar - Mcdonnell Douglas F-15 Eagle
Menor e mais leve que os interceptadores soviéticos, o caça multifuncional F-15 Eagle ocupa o 3° lugar com a velocidade máxima de mach 2.5. O caça que entrou em serviço na USAF em 1976 tem basicamente o mesmo design do Mig-25 soviético que voou pela primeira vez em 1964, porém o F-15 além de interceptador, pode também enfrentar combates aéreos a curta distância.
Os aviões de combate que possuem basicamente o mesmo design, tanto o F-15 como o Mig-31, se originaram a partir do modelo básico do Mig-25, de 1964, que visava altas velocidades e grande altitude de vôo.
*
4° Lugar - Shenyang J-8
O interceptador chinês J-8 que entrou em serviço em 1980 fica em 4° lugar com a velocidade máxima de mach 2.4. O J-8 é um derivado do interceptador soviético Sukhoi Su-15, que atingia mach 2.5. Não considerei o Su-15 na lista pois ele não está mais em serviço nem na Rússia e nem na Ucrânia, seus dois únicos usuários após a queda da URSS.
O Su-15 acima tinha um desempenho pouco superior ao J-8 por ser mais leve e ter motores mais possantes, porém devido a estar bem desatualizado tecnologicamente foi aposentado em 1996. A PLAAF ainda mantém cerca de 180 interceptadores J-8 em serviço, além de mais 48 aviões usados pela Aviação Naval Chinesa.
*
5° Lugar - Mikoyan Mig-29M e Mig-35
O Mig-29M é uma versão atualizada do caça médio soviético Mig-29 de 1977. Devido a instalação de motores mais possantes, a versão "M" (Mодернизации - modernização em russo) teve um ganho em velocidade sobre o modelo antigo, conseguindo assim o 5° lugar com uma velocidade máxima de mach 2.35. O avião que já passou pela fase de testes se encontra atualmente em produção para a substituição dos Mig-21 Sérvios. A Síria também pretende adquirir os Mig-29M, porém o governo russo foi categórico dizendo que as entregas só serão efetuadas após o fim da guerra civil.
O Mig-35 é uma versão do Mig-29M com aviônicos de 4,5° geração. O modelo foi oferecido à Índia porém perdeu a concorrência para o multifunção francês Rafale no programa indiano MRCA. O caça multifunção ficou com um futuro então incerto, até maio de 2013, quando recebeu uma encomenda de 37 unidades para a VVS (Força Aérea Russa). Assim como seu antecessor o Mig-29M, o Mig-35 é capaz de atingir Mach 2.35.
*
6° Lugar - Shenyang J-11B e J-15
O caça multifuncional chinês J-11B derivado do Sukhoi Su-27SK, possui a capacidade de atingir mach 2.35 devido a seu motor WS-10 ter cerca de 10% a mais que o Lyulka Al-31F, de fabricação russa, usada no Su-27SK.
A versão naval embarcada J-15 (acima), baseada no Sukhoi Su-33, mais pesada mas com motores ainda mais possantes (WS-10A), também pode atingir mach 2.35, assim ambos por serem muito parecidos ficam em 6° lugar na lista.
*
7° Lugar - Grumman F-14 Tomcat
O interceptador naval embarcado F-14 Tomcat fica em 7° lugar com mach 2.34. O avião que ficou famoso devido ao filme Top Gun - Ases Indomáveis de 1986, serviu a US NAVY de 1974 a 2006, quando foi aposentado dando lugar ao F/A-18E/F Super Hornet, mais moderno, porém com uma velocidade bem menor (mach 1.8).
Ao todo foram construídos 712 F-14 de 1970 a 1991, dos quais hoje restam 26 em serviço na IRIAF (Força Aérea Iraniana). O Tomcat foi o primeiro avião de combate da 4° geração de caças, sendo o único a possuir asas de geometria variável em serviço nos EUA.
*
8° Lugar - Mikoyan Mig-23
O caça soviético de 3° geração Mig-23 fica em 8° lugar na lista com a velocidade máxima de mach 2.32. O Mig-23 foi o primeiro avião de combate a utilizar as asas de geometria variável, o caça que voou pela primeira vez em 1967, foi introduzido em serviço em 1970 na Força Aérea Soviética. Ao todo foram construídos mais de 5.000 Migs-23 entre 1967 a 1985, sendo que desses, mais de 500 ainda podem estar em serviço em 11 nações.
O Mig-23 é o único monomotor a fazer parte dos Top 10 - aviões de combate mais rápidos do mundo, mas devido a falta de atualizações disponíveis, o caça vem gradativamente sendo aposentado do serviço ativo. A Rússia ainda possui cerca de 500 aviões desse tipo na reserva, mas dificilmente voltarão a voar.
*
9° Lugar - Lockheed Martin F-22 Raptor
 O mais poderoso avião de combate do mundo, o caça multifuncional pesado norte americano F-22 Raptor, ocupa o 9° lugar com a velocidade máxima de mach 2.25. Apesar de ser projetado para voar em velocidades de até mach 1.82 em regime supercruise, o Raptor supera de longe isso quando utiliza seus possantes pós combustores ao máximo.
Tecnicamente falando, o Raptor sendo de 5° geração, coloca um fim nos caças de alta velocidade com uma nova tendência furtiva, com a intenção de reduzir ao máximo o calor dos pós combustores, diminuindo a assinatura infra vermelha. O mais recente avião de combate a entrar em serviço na USAF, o F-35 Lightning II, possui uma velocidade máxima de mach 1.6, sendo assim, muito abaixo dos demais caças da atualidade.
*
10° Lugar - Mcdonnell Douglas F-4 Phantom
O F-4 Phantom ocupa o 10° e último lugar nesse Top 10 com a velocidade máxima de mach 2.23. O caça multifunção de 3° geração, tanto terrestre com embarcado, foi o primeiro avião de combate aéreo a portar oito mísseis. Ao todo foram produzidos 5.195 Phantoms entre 1958 a 1981.
Hoje o Phantom é usado ainda por sete nações, que se somados em todas as versões devem chegar a mais de 600 aviões. Nos EUA, o Phantom deixou a US NAVY em 1986, a USAF como caça em 1990 e como avião de supressão de defesas (anti radar) em 1996. Atualmente ele é utilizado no EUA como alvo aéreo não tripulado.
*
Na tabela abaixo, os dados assim como sua velocidade em mach:
*
Se algum desses aviões é seu caça favorito, não deixe de votar nele na enquete do blog:
Qual seu caça favorito

Nenhum comentário:

Postar um comentário