Pesquisar

sábado, 6 de julho de 2013

Sukhoi Su-35S - totalmente armado


Com 6 aviões em serviço o Su-35S começa a ganhar espaço na VVS. Esses dias o avião foi mostrado com uma configuração um tanto estranha de armas. Certamente é um tipo de propaganda aprendida com os EUA, somente para mostrar a capacidade de carga e variedade de armas que o avião pode transportar.
 Na configuração anti radar, o Su-35S apresenta quatro mísseis Kh-31P, hipersônicos com orientação passiva anti radiação e propulsão final ramjet.
 O Kh-31 é uma arma similar ao norte americano AGM-88 HARM, porém o Kh-31 é absurdamente mais rápido, pois o HARM americano tem uma velocidade máxima limitada a 2300 km/h e o Kh-31 pode chegar a 3800 km/h.
 Certamente não é uma configuração padrão, e sim uma proposta demontrativa, pois o Kh-31P tem como transportador principal o velho Su-24, além dos Su-30 e 34, desenvolvidos para missões de ataque ao solo.
Na configuração de combate aéreo, o Su-35S aparece na foto acima com 8 mísseis R-77, que também não são usados pela Rússia. O R-77 é um míssil de pequeno porte (ogiva pequena) como o norte americano AIM-120 AMRAAM, porém destina-se ao mercado externo.
Também mais estranha ainda é a configuração do Su-35S com bombas KAB-1500L guiadas a laser, mísseis R-77 e R-73 nas pontas das asas.
A KAB-1500L é a maior bomba russa guiada. Menor e mais leve que a GBU-28 (2.132 kg) perfuradora de concreto usada pela USAF, a KAB-1500L (1.500 kg) é usualmente transportada por aviões de ataque da VVS, como o Su-24 e 34.
http://3.bp.blogspot.com/-tRrM1wbd0Xs/T004Eq1txhI/AAAAAAAACbQ/F9ubUDCLE7M/s1600/KAB+-1500L+%28K+-015%29.jpg
Talvez seja essa uma forma de mostrar que o Su-35S tem algumas vantagens sobre os caças de 5° geração (stealth), que podem transportar no máximo duas bombas de 450 kg cada.
***

*
Se vc gostou dessa postagem veja também:
Tamanho é documento ?
Top 10 - Os melhores caças navais
*
Estou fazendo uma pesquisa com os leitores do blog, se vc também quiser participar:
*
Qual avião de combate que vc mais gosta ?

Um comentário:

  1. Uma bomba de 450 Kg caindo a 1,5 metro do alvo é muito melhor que 10 bombas lançadas a 50 e 200 metros, hoje em dia a precisão é que conta. Os ICBMs americanos tinham um erro médio circular muuuuuito menor que os russos, por isso a bombas atômicas dos EUA serem de baixa potência, geralmente 150 a 400 kt, equanto os russos tinham (tem) de 1,2 Mt, para compensar a grande distância do alvo, elas vão devastar tanto o terreno que o próprio alvo também seria envolvido no envelope da explosão... E os comunistas nunca se importaram com isso, achavam (ou ainda acham...) que é melhor destruir tudo e não sobrar nada, do que desenvolver melhor a precisão de seus aviões e bombas e deixar a Terra menos degradada e mais humanos sobreviverem.

    ResponderExcluir