Pesquisar

sábado, 22 de dezembro de 2012

Alexander Shabalin

O navio de desembarque Alexander Shabalin pertence a uma classe de 13 navios de assalto anfíbio construídos em Stocznia Polnócna - Gdansk, Polônia entre 1981 a 1988. O navio é conhecido pelo codinome dado pela OTAN de "ropucha" o qual engloba três classes de navios similares construídos no período da Pacto de Varsóvia e pós URSS.
 O Alexander Shabalin foi construído em 1985 e comissionado em 1986, durante a URSS, posteriormente o navio foi adicionado a Frota Russa do Mar Báltico, onde permanece até hoje em Kaliningrado.

Da ponte de comanado do Alexader Shabalin é possivel ver outras embarcações que fazem parte da Frota Russa do Mar Báltico, dentre elas acima um pequeno barco para transporte de tropas e abaixo o destróier Bespokoynyy da classe sarych (Projeto 956).
 O sistema de propulsão do navio são dois motores a diesel de 19200hp impulsionando dois propulsores independentes, o qual levam o navio até velocidades de 18 nós. A autonomia de combate é de 6100 milhas nauticas a 15 nós.
 A capacidade interna do navio é para 10 MBT (main battle tank) ou 12 veículos de transporte blindado (BMP) + 340 soldados.
 A "rampa" na proa do navio permite a saída dos veículos na praia.
 Sua tripulação operacional vai de 87 a 98 pessoas.
O canhão duplo de 57 mm é a principal arma do Alexader Shabalin para o apoio as tropas em desembarque, porém o navio ainda conta com morteiros e lançadores de foguete além de cahões de 30 mm para defesa anti-aérea.
Características gerais:
nome: Alexander Shabalin
classe: Projeto 775
porto: Baltiysk
comissionado: 1986
situação: ativo
comprimento: 112,50 m
boca: 15,00 m
calado: 3,70 m
deslocamento vazio: 2200 toneladas
deslocamento a plena carga: 4080 toneladas
velocidade máxima: 18 nós
autonomia: 6100 milhas nauticas a 15 nós
tripulação: de 87 a 98 

Nenhum comentário:

Postar um comentário