Pesquisar

sexta-feira, 13 de julho de 2012

Imagens da base aérea de Dyagilevo (Jun/2012)

A base aérea de Dyaghilevo faz parte da divisão de forças estratégicas da Rússia.
Em Dyaghilevo são utilizados os Tu-22M3, aeronaves supersônicas de ataque de longo alcance, com a capacidade de efetuar ataques em toda europa, ásia, parte do Alaska e todos os mares que cercam o território russo.
Os bombardeiros estratégicos como o Tupolev Tu-95MS também fazem parte da força de ataque da base estratégica.
Para missões de reconhecimento, alerta e comando, são utilizadas sentinelas aéreas Beriev A-50 Shmel.
Avião tanque, para reabastecimento em vôo Ilyushin Il-78.
Treinadores Tupolev Tu-134LL para formação dos oficiais que voam o Tu-22M3.


















































Operacional desde 1984 o Tu-22M3 é derivado do bombardeiro estratégico Tu-22M e desse além da fuselagem algumas características herdou, como a capacidade de ataque com mísseis cruzadores supersônicos. O míssil que pode ser visto na foto abaixo é o Raduga Kh-22 Burya, com 11,67 de comprimento, 5780 kg de peso, velocidade de 5000 km/h, alcance de 600 km e ogiva convencional de até 900 kg ou nuclear de 1Mt, o Kh-22 é hoje a maior arma aerotransportada.
Com uma velocidade máxima de 2300 km/h, alcance de 7000 km e capacidade de carga de 6 mísseis cruzadores estratégicos, o Tupolev Tu-22M3 é sem dúvida o mais poderoso avião de ataque da atualidade. Apesar de ter quase o peso de um bombardeiro estratégico, o Tu-22M3 é considerado um avião de ataque supersônico pois não possui sonda de reabastecimento em vôo, com essa medida, a Rússia evita que esse tipo de aeronave se enquadre nas limitações impostas pelo novo START. O Tu-22M3 é usado atualmente somente pela VVS (124 aviões) e AVMF (cerca de 50), com mais 90 na reserva. A partir de 1989, 12 Tu-22M3 foram convertidos em aeronave de reconhecimento e 3 para ELINT (escuta eletrônica).
*
Mais sobre a aviação estratégica da Rússia em:

Um comentário:

  1. Kra, muito legal seu blog, tava procurando algum lugar assim para ler sobre a aviação de caça mundial...

    Vc bem que poderia fazer mais posts sobre os caças da FAB, bem como das demais forças aéres sul americanos...

    Abraços e já estou seguindo seu blog...

    ResponderExcluir