Pesquisar

terça-feira, 10 de janeiro de 2012

Rússia planeja modernização dos Mig-31

A VVS receberá mais de 60 Mig-31 modernizados para o padrão MiG-31BM até 2020 disse em comunicado oficial o Ministério da Defesa da Rússia.
 Mostrado pela primeira vez ao público em meados dos anos 90, o Mig-31BM é uma versão melhorada e atualizada do intereceptador Mig-31.
 O programa de modernização teve atrasos devido a falta de verba para o setor, devido ao período de crise pós URSS até a estabilização da Rússia a partir dos anos 2000. A conclusão do projeto de modernização "BM" se deu em 2011.
 Dentre as modificações o Mig-31BM recebe um radar multifunção com capacidadade para localizar alvos aéreos até 320 km de distância, rastrear 10 simultâneamente e destruir 6 desses.
 O cockpit do piloto acima...
 e o do operador de armas recebem também novos aviônicos e displays MFD, que permitem o Mig-31BM utilizar além dos tradicionais R-33, mísseis AAM de radar ativo como o R-37 e mísseis anti-radar Kh-31.
 Hoje as forças armadas russas operam cerca de 286 Mig-31 e possuem também mais de 100 unidades estocadas na reserva. O Mig-31 é a aeronave de combate que possui atualmente a mair velocidade, podendo chegar a mach 2,85.
 Com um peso máximo de decolagem de 46200 kg o Mig-31 não foi projetado para entrar em combate corpo a corpo, para isso ele transporta 4 mísseis R-33, com alcance de 200 km. Tal arma é similar ao AIM-54 Phoenix utilizado pelos F-14 Tomcat, porém com um alcance de 20% a mais.
 O programa "BM" também pode ser acrescido com a utilização do R-37, a "evolução" do R-33. Com 300 km de alcance, o R-37 tem 3 vezes mais alcance que qualquer AAM ocidental.
MiG-31 interceptores são parte integrante de uma rede abrangente de defesa aeroespacial criada na Rússia para impedir qualquer ameaça potencial no ar, além de caças e bombardeiros, mísseis de cruzeiro, aeronaves AWACS, avíões e drones de reconhecimento.
fonte: http://en.rian.ru/mlitary_news/20120102/170592615.html
...

Nenhum comentário:

Postar um comentário