Pesquisar

segunda-feira, 2 de janeiro de 2012

Podolsk retorna a Vilyuchisk

Em 23/12/2011 o SSBN K-223 Podolsk retorna a sua base em Vilyuchinsk na Península Kamchatka após patrulha no oceano Pacífico.
O Podolsk é o mais antigo submarino em serviço na VMF e o submarino de propulsão nuclear mais antigo ainda ativo no mundo, seu lançamento foi em 30/04/1979, seu comissionamento foi em 27/11/1979.
Mesmo antigo, o K-223 Podolsk recebeu várias reformas desde seu lançamento, mesmo sem dados oficiais, é bem provável que o reator nuclear já tenha sido trocado três vezes, já que um reator nuclear naval dura de 10 a 13 anos.
Seu último disparo real durante uma missão de treinamento foi em 1996, quando em conjunto com o já desativado K-211 Petropavlovsk, disparou mísseis balísticos (SLBM) R-29R Vysota contra alvos costeiros.
Mesmo antigos os mísseis da série R-29R são extremamente confiáveis e com um alcance de 6500 km e 3 ogivas MIRV de 200kt cada, são letais contra qualquer cidade da costa leste dos EUA até o meio do país.
 A classe Kalmar a qual pertence o Podolsk pode disparar além do R-29R, o R-29RK e o R-29RL, esse último com alcance de 9100 km.
 Com 130 tripulantes, o Podolsk tem uma autonomia de patrulha de 90 dias submerso.
 Relativo à dimensões, deslocamento, desempenho geral e armamento, o Podolsk ainda é superior aos SSBN das marinhas da França e da China, ficando inferiorizado somente se comparado à classe Ohio (EUA), à classe Vanguard (inglesa) e aos Delfin.
...
mais em:
Pojekt 667DBR Kalmar

Nenhum comentário:

Postar um comentário