Pesquisar

domingo, 22 de janeiro de 2012

Futuro da Marinha Russa (VMF) parte 1

Muitos dos sites e blogs atuais que se baseiam nas informações obtidas através de fontes manipuladas como agências de notícias e Wikipédia, comentam o "lamentável" estado da Marinha Russa. Não é sem motivo, pois afinal para um país com o mesmo PIB do Brasil é difícil manter uma frota naval como as da US Navy, porém convém-se citar que o Brasil que possui o mesmo PIB da Rússia tem um poderio naval com menos de 1 % do que possui a VMF (Marinha Russa).
...
Atualmente a Marinha Russa é a segunda marinha mais poderosa do mundo, ficando atrás apenas da US Navy. Após um período de 20 anos de crise, após o colapso da URSS, a VMF começa a mostrar avanços tecnológicos e melhorias além de novos navios e submarinos.
...
Abaixo alguns navios, submarinos e aeronaves que farão parte do futuro da Marinha Russa:
...
Porta aviões
Porta-aviões Admiral Kuznetsov
...
O governo russo não pretende iniciar a construção de um novo porta-aviões até 2015, porém o porta-aviões Admiral Kuznetsov deve subir à doca seca para uma reforma esse ano (ou em 2013), essa reforma prevê a retirada do sítio de mísseis P-700 Granit para aumentar o espaço interno no hangar para a acomodação de mais aeronaves. Com a limitações relativas ao emprego do caça naval Sukhoi Su-33 em missões de ataque, a VMF também tem a encomenda de 24 aeronaves multifunção Mig-29K para substituir alguns dos mais antigos Su-33 que ainda permanecem em serviço na VMF.
 Mig-29K em primeiro planoda VMF e atrás da Indian Navy, ambos no convés de vôo do Admiral Kuznetsov.
...
O Mig-29K por ser menor que o Su-33 pode ser transportado em maior quantidade, além do mais, é claro, do maior espaço obtido no hangar com a retirarda dos P-700 Granit.
...
Cruzadores
 Admiral Lazarev quando em serviço (início dos anos 90)
...
A VMF possui 5 cruzadores ativos atualmente, sendo um na Frota do Pacífico, dois na Frota do Norte e dois na Frota do Mar Negro. Dentre os desativados (na reserva) e "não concluídos" tem-se mais 4 navios, os 3 cruzadores nucleares do Projeto 1144 Orlan em Sevmash aguardando a reforma e o Ukraina, ou Admiral Flota Lobov, do Projeto 1164 Atlant, que não foi concluído após o colapso da URSS e até hoje permanece em Nikolayev na Ucrânia.
Ukraina, ou Admiral Lobov para os russos, não concluído desde o colapso da URSS
...
A previsão da VMF é terminar o Admiral Lobov para substituir o cruzador Kerch (ativo no Mar Negro) que faz parte do obsoleto Projeto 1134B Berkut-B originário de 1969 e a reforma dos três Orlan estocados em Sevmash.
Admiral Nakhimov, em serviço nos anos 90
...
As medidas tomadas seguem um cronograma, em primeiro a reforma do penúltimo Orlan a ser produzido, o Admiral Nakhimov, já que esse encontra-se em melhores condições e consequentemente terá um tempo e um custo menor de reforma. Em seguida, o término do Lobov em conjunto com a Ucrânia, após o fechamento do contrato de aluguel dos estaleiros em Nikolayev, proposto pela Rússia e aceito pela Ucrânia em 2011.
O programa de reforma dos Orlan ainda prevê que até 2020 os outros dois navios estocados (Lazarev e Ushakov) voltem à serviço ativo antes de 2020.
 Admiral Ushakov, dos três é o que se encontra em piores condições
...
Os cruzadores do Projeto 1144 Orlan são os maiores cruzadores já construídos, dos 4 terminados somente um está atualmente em serviço na VMF servindo como nau capitânea da Frota do Norte, sua propulsão nuclear, armamento e capacidade de transporte e armazenamento de suprimentos e munições, lhe permite executar missões ao redor do planeta, como fazem as forças tarefa norte-americanas, baseadas em porta-aviões.
Mais sobre o Nakhimov em: EnRian (Ria Novosti)
...
Bases navais:

Base naval de Tartus na Síria
...
Com os conflitos recentes na Síria é provável que a reforma da base naval síria de Tartus demore mais que o previsto, porém no ano passado se iniciaram os trabalhos de construção da nova base naval de Novorossiysk, no Mar Negro, prevista para 2020. 
 
Frota do Mar Negro em Sevastopol
...
A base de Novorossiysk servirá de sede da Frota do mar Negro, que atualmente fica em Sevastopol na Ucrânia.
...

Nenhum comentário:

Postar um comentário