Pesquisar

quinta-feira, 27 de outubro de 2011

Por dentro da base de Engels-2

Situada na região de Saratov no coração da Rússia a Base de Engels-2 é uma das três bases da aviação estratégica da VVS, ou seja, o lar dos bombardeiros Tu-22M3, Tu-95MS e Tu-160.
Protegida por uma vasta rede de radares e sistemas anti aéreos, Engels-2 é a base onde os Tu-160 esperam em prontidão uma eventual missão. A partir dessa base, tais aeronaves podem se deslocar até outras bases em pontos fronteiriços do território russo, nessas receberem combustível e partirem em missões de até 8000km de distância sem escala, ou até de 18000km, com escalas, como ocorreu em exercícios miltares realizados de 2007 a 2010.
 A entrada da base é "decorada" com um museu, onde pode-se ver as aeronaves estratégicas da época da URSS que operaram em Engels-2 no período da Guerra Fria. Na foto acima, um Myasishchev M-4 e ao fundo um Tu-95.
 Hoje os Tu-95MS são as aeronaves mais numerosas da base, que chega a operar até 30 aeronaves desse tipo.
 O Tu-95MS é o similar russo do Boeing B-52H da USAF, mesmo com a aparência "velha e obsoleta" o Tu-95MS ainda é uma arma muito temida pelo ocidente.
 Utilizando-se do novo míssil cruzador o Kh-555, com alcance de 3500km, o Tu-95MS é capaz de efetuar ataques a bases americanas no Alasca e na costa oeste antes que seja interceptado, pois o Kh-555 tem mais alcance que o raio de combate de qualquer interceptador da USAF.
 Diferentemente do B-52H, o Tu-95MS pode transportar o Kh-555 internamente, reduzindo assim seu arrasto aerodinâmico, consequentemente sua velocidade e alcance não ficam prejudicados, como ocorre no concorrente americano.
 Mesmo assim em casos extremos de guerra, o Kh-555 pode ser transportado em cabides externos, como no B-52H, como é possível verificar nesse outro post.
 Os Tu-95MS ainda não receberam a devida modernização, portanto seu cockpit ainda é bem antigo se comparado ao de outros bombardeiros.
 Com 4 motores turbohélice Kuznetsov NK-12MV de 15.000hp de potência cada, o Tu-95MS pode atingir velocidades de quase 900km/h. Devido ao seu excelente desempenho e confiabilidade, o Tu-95MS é a aeronave estratégica mais utilizada em missões fora do território russo, sendo comum serem vistos pelo Atlântico e Pacífico norte, veja o post.
 A força de bombardeiros é complementada por aviões tanque Il-78, que auxiliam em missões de longo alcance dentro da Rússia e em águas internacionais.
 O Tu-160 é o maior e mais poderoso avião de ataque já construído, enquanto toda aeronave ocidental tem a capacidade de sustentar uma velocidade de mach 2 por 15 ou 20 minutos no máximo, o Tu-160 pode ultrapassar as 2 horas de vôo em velocidade de mach 2.05.
 Seu alcance máximo foi testado durante exercícios militares, onde foi registrada uma marca de 18.000km durante uma patrulha de 23 horas, em junho de 2010.
 Os motores Kuznetsov Samara NK-321 lhe proporcionam um total de 100.000 kgf em pós combustão máxima, isto é, quase 80% a mais de potência que seu similar norte americano, o B-1B. Essa potência extra lhe proporciona também além do alcance e velocidade, a capacidade de carga de até 40 toneladas, superior à qualquer outro bombardeiro já construído.
 Um Tu-95MS se prepara para a decolagem.







...

Nenhum comentário:

Postar um comentário