Pesquisar

segunda-feira, 26 de setembro de 2011

Projeto 971 Shchuka-B

Com a experiência obtida a partir dos Projetos 671RMT Shchuka, 705 Lyra e 945 Barrakuda, o 971 Shchuka-B foi criado para ataque ao solo e enfrentar qualquer submarino americano em combate. Os Shchuka-B foram projetados para velocidades de até 35 nós, autonomia de 100 dias e profundidade de mergulho de 600 m.
Os Shchuka-B receberam várias inovações desde as primeiras unidades e dos 13 mantidos hoje pela VMF, cerca de 10 permanecem em serviço ativo. O último a ser construído está em fase de testes para ser alugado à Marinha Indiana.
Os 971 Shchuka-B tem 8 tubos de torpedo, sendo 4 de 533 mm e 4 de 650 mm, deles podem ser lançados mísseis ASW e antinavio do tipo Klub, mísseis cruzadores RK-55 Granat, torpedos Shkval e torpedos convencionais e nucleares de 533 e 650 mm, o paiol comporta até 40 armas no total, escolhidas dentre o mix acima dependendo da missão. O Shchuka-B é o SSN multi-missão russo comparável aos Seawolf americanos.
 O diagrama comparativo mostra o Shchuka-B em relação a outros submarinos de ataque, tanto da Rússia como do restante do mundo.
...
 
mais sobre os submarinos da Rússia em:

domingo, 18 de setembro de 2011

16º Krasnoznamennay by Ria Rovosti

16º Krasnoznamennay esquadrão de submarino, base em Vilyuchinsk, península Kamchatka, by Ria Novosti

















Nas fotos é possível visualizar além dos submarinos convencionais da classe 877 Paltus os dois SSGN da classe 949A Antey Chelyabinsk e Omsk, a principal força anti-porta-aviões da Frota do Pacífico.

К-550 Alexandr Nevsky «Александр Невский»

Александр Невский
 O K-550 Aleksandr Nevsky é o 2° SSBN da Classe Borei (Projeto 955).
...

domingo, 11 de setembro de 2011

11 de setembro




Colhe-se o que se planta...
Me desculpem mas não agüento os EUA se fazendo de vítima...

sábado, 10 de setembro de 2011

Iskander-M sistema de míssil balístico tático

Operacional desde 2006 nas Forças Terrestres Russas, o Iskander-M é uma arma tática avançada top de linha em sua categoria. Seu objetivo é a eliminação de sistemas de defesa anti-aérea e anti-míssil em campo de batalha até 480 km do ponto base de lançamento, sem a necessidade de utilização de aeronaves ou mísseis cruzadores, esses facilmente abatidos por sistemas de defesa aérea.
Com a velocidade de 7 a 8 mil km/h e a possibilidade de manobras evasivas, o Iskander-M é muito difícil de ser abatido por qualquer tipo de defesa. O míssil é transportado e lançado por um veículo Kamaz 8X8, que pode ser acompanhado de um segundo veículo carregador que podem ser escondidos e deslocados da mesma forma que um caminhão convencional.
O sistema foi utilizado na Guerra da Geórgia em 2008, onde o governo russo alega a destruição precisa de alvos militares importantes, porém a Geórgia acusa que o míssil foi utilizado contra alvos civis. Sabe-se ao certo que um jornalista holandês foi morto por um fragmento de sub-munição de uma ogiva de Iskander anti-pessoal quando acompanhava a movimentação de tropas georgianas na cidade de Gori.
Meses depois do ocorrido, em novembro de 2008, o presidente russo Medvedev anunciou que o sistema seria instalado na região de Kaliningrado, com a finalidade de neutralizar o escudo anti-míssil que estava planejado para ser montado na República Tcheca e na Polônia. Em 17/09/2009 o presidente Obama anunciou o cancelamento do programa anti-míssil do leste europeu, no mesmo mês (26/09) o presidente Medvedev em conferência oficial anunciou que o Iskander não seria instalado em Kaliningrado.
Hoje não se sabe ao certo quantos mísseis e lançadores do Iskander-M estão operacionais, porém em 29/9/2009 o governo russo anunciou que o sistema estaria operacional em todas regiões fronteiriças da Rússia exceto em Kaliningrado.
Atualmente o Iskander-M é complementado pelo sistema OTR-21 Tochka e tem como concorrente o norte americano MGM-140 ATACMS. Israel também desenvolve uma arma similar.
...
Ficha técnica: Iskander-M (m[issil)
Tipo: Míssil balístico tático manobrável
Dimensões: comprimento: 7,28 m, diâmetro 0,92 m
Peso: 4615 kg
Ogiva: de 720 a 800 kg de vários tipos
Alcance: de 400 a 480 km
Precisão: de 5 a 7 metros
Teto máximo da trajetória: 50 km
Velocidade máxima: de 7 a 8 mil km/h
Vida útil: 10 anos
...



sexta-feira, 9 de setembro de 2011

Kamov Ka-52 em testes no mar

A sequencia de fotos é do novo helicóptero Kamov Ka-52 de ataque que será operado a partir dos navios da Classe Mistral encomendados pela VMF à França no ano passado.
...